Logo-ASD_noir

ASD GROUP > SERVIÇOS FISCAL > PORQUÊ ELEGER UM MANDATÁRIO ESPECIALISTA EM IVA?

Mandatário fiscal: Confie-nos o seu pedido de número de IVA e o envio da sua declaração IVA

O que a asd group pode fazer por si

Enquanto mandatário fiscal, a ASD analisa os seus fluxos de mercadoria e faturação, regista a sua empresa para efeitos de IVA, entrega as suas declarações de IVA e responsabiliza-se pelas suas declarações de comércio de mercadorias se os limites forem ultrapassados.

01
Elaboração, verificação

Elaboração, verificação e envio de DEB, DES e Intrastat

02
Análise e controlo

Análise e controlo mensal pormenorizado de todos os seus fluxos de faturação

03
Registo e verificação

Registo e verificação da conformidade de faturas

04
Nomenclaturas aduaneiras

Pesquisa e verificação de nomenclaturas aduaneiras

05
Assistência

Assistência durante um controlo administrativo ou aduaneiro

06
Formação

Organização de formações avançadas em IVA intracomunitário

Definição de mandatário fiscal

O mandatário fiscal é uma pessoa física ou moral, profissional da gestão de IVA, que se substitui aos estabelecimentos estáveis. Hoje em dia é suficiente registar-se no país (outro que não o de residência) e seguidamente escolher um mandatário fiscal afim de se assegurar da conformidade com a legislação fiscal e aduaneira em vigor.

O mandatário fiscal para facilitar as suas operaçoes sujeitas a IVA

Para responder às obrigações declarativas do país onde a sociedade será sujeita a IVA, a mesma deve estar fiscalmente identificada nesse país.

Se criar uma sociedade, as obrigações e custos de funcionamento serão consideravelmente mais pesados ( estabelecimento de estatutos, contabilidade organizada, pagamento do imposto sobre as sociedades no país…). O mandato fiscal é bem mais simples administrativamente e evita a necessidade da criação de uma nova sociedade. O mandatário fiscal regista-o para efeitos de IVA no país, o que lhe permite operar como uma sociedade clássica local.

Determinadas operações sujeitas a IVA, necessitam que se registe para efeitos de IVA num outro país membro da comunidade europeia. Apresentamos alguns exemplos de operações:

  • Introduções e expedições entre estados membros;
  • Constituição de um stock, ou stock em consignação num outro estado membro;
  • Superação do limiar no âmbito das vendas à distância;
  • Algumas operações de compra/revenda num outro estado membro;
  • Algumas prestações de serviços (por exemplo, CONSTRUÇÃO CIVIL-BTP).

NOÇÕES A RETER

01

Algumas operações intracomunitárias tornam-no(a) responsável pelo pagamento do IVA no país da operação.

02

O mandatário fiscal permite-lhe registar-se para efeitos de IVA num outro país membro sem, contudo, aí ter de criar um estabelecimento estável.

Entre em contato com nossos especialistas

Gostaria de saber mais sobre nossas ofertas?
Entre em contato conosco e nossos especialistas responderão o mais breve possível.
Mini contact